sexta-feira, 12 de março de 2010

Todos os "pedacinhos" de um grande Amor


Questiono-me várias vezes se a vida realmente dá de um lado e tira do outro...

Não sei, mas arrisco-me a descobrir, arrisco-me a deixar-me levar pelo Amor, sem o medo de que a vida me possa trazer alguma contra partida.

A saudade para alguns é uma das contra partidas, para mim, é apenas um "pedacinho" de um grande Amor. É difícil aguentar uma grande saudade, mas o momento do reencontro é tão mágico que vale a pena suportar a mais forte das saudades... aprendi que é o Amor e não o tempo que cura todas as feridas.

Uma pessoa que nos consegue dar e oferecer todos os "pedacinhos", sejam eles a vontade enorme de querer-mos estar com ela, sejam aqueles olhares que nos lêem os pensamentos, sejam aqueles toques que tornam simples momentos em momentos inesquecíveis. Isso é um grande Amor... e eu descobri o meu!



"Aprendi que não posso exigir o Amor de ninguém...

Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...

E ter paciência para que a vida faça o resto..."

(William Shakespeare)

5 comentários:

Né # disse...

william shakespeare é grande :) * adorei o texto.

Catarina disse...

:D Perfect! (L)

Bruno Silva disse...

Obrigado :) *
Tu Catarina, Tu tornaste-te perfeita quando me apaixonei por ti...*

continuando assim... disse...

um novo capítulo da história de Alice.
no
... continuando assim...

Aceito e agradeço as vossas sugestões ...
Obrigada a quem segue.

Um obrigada especial a quem vem de novo. Convite feito.

Enfim...qualquer coisa, digam.
até amanhã
bj
teresa

Sonhadora disse...

"...aprendi que é o Amor e não o tempo que cura todas as feridas." Tal e qual ;)

Enviar um comentário